Home » , , » Exclusivo: Pr. Marco Feliciano rebate acusações; confira!

Exclusivo: Pr. Marco Feliciano rebate acusações; confira!

Publicado por theoway O CAMINHO | quarta-feira, 6 de março de 2013 | 08:58

No últimos dias o deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) vem sendo atacado e perseguido. Tudo por causa de sua indicação, por meio do Partido Social Cristão (PSC), para presidir a Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDH) da Câmara dos Deputados.
O portal Verdade Gospel entrou em contato com o pastor Marco Feliciano para que ele pudesse esclarecer a acirrada perseguição que vem sofrendo. Confira a entrevista exclusiva.
Verdade Gospel: Pastor qual a importância da sua indicação pelo PSC a esse cargo? Pois tradicionalmente o mesmo é preenchido pelo PT.
Pr. Marcos Feliciano: A Comissão de Direitos Humanos (CDH) foi criada há 20 anos e há 18 anos está sob a presidência do PT (esquerda). A perda desta Comissão mostra o senso de ganância e o desvio ideológico do PT, que outrora lutava pelo cidadão etc. Ganância, pois abandonaram a CDH para, no processo de proporcionalidade, como grande partido, escolher comissões de “maior valor político”.
É nesta Comissão que a comunidade GLBTT faz o maior barulho. No ano passado fui humilhado dentro desta Comissão ao tentar discursar, pois a CDH foi tomada por ativistas gays. Liberei a partir da audiência deste dia um vídeo que ficou famoso, onde um militante gay afirma: SE PRECISO FOR PEGAREI EM ARMAS PARA DEFENDER NOSSA BANDEIRA.
Nesta mesma Comissão assisti a um seminário promovido pelo deputado-federal Jean Willis, intitulado: DIVERSIDADE SEXUAL NA PRIMEIRA INFÂNCIA. Fiquei transtornado. Como pode se tratar de sexo com crianças de 0 a 6 anos? Tive o desprazer de ouvir intelectuais ali afirmarem que criança não nasce HOMEM nem MULHER e sim UM GÊNERO e, portanto, não pode ter seus impulsos reprimidos. Exemplo, se um menino numa creche na hora do banho se interessar pelo órgão genital de outro menino, tem que deixa-lo tocar no objeto de curiosidade, pois se não for assim pode criar um bloqueio.
Ir para esta Comissão pode significar ISONOMIA, oportunidade para se descobrir o que fora feito com as emendas desta Comissão nestes 18 anos, qual o nível de paternalismo à comunidade GLBTT e trazer equilíbrio para a CDH; dar atenção a assuntos de relevância por hora abandonados, como o caso dos imigrantes brasileiros presos fora do país que têm sua dignidade destruída por falta de apoio dos consulados. Levantar questões junto ao executivo por qual motivo o Brasil mantém relações comerciais e amigáveis com um país como o Irã, que mata pessoas por sua opção religiosa e por sua opção sexual.
Há dois meses no Mato Grosso do Sul o INCRA COM A POLÍCIA FEDERAL expulsaram mais de 30 mil pessoas de terras que tinham documentação, mais de 160 mil hectares de terra para beneficiar 500 índios. Houve agressões, e, se não me engano, até mortes. Mas a mídia se calou. Tive acesso a informações de que os próprios índios abriram mãos da terra em troca de outros benefícios, porém, ninguém nada fez.
O PSC tem como bandeira a família e as premissas do cristianismo, então justiça e humanidade não nos faltam.
VG: A possibilidade do senhor assumir a presidência da referida Comissão gerou revolta entre parlamentares, como os deputados federais Jean Wyllys (PSOL-SP) e Érika Kokay (PT-DF), ex-vice-presidente da CDH. Em sua opinião qual é a motivação dessa forte oposição?
Pr. Marcos Feliciano: Ambos, Jean e Érika são ativistas em prol do movimento GLBTT declaradamente e conhecem meus posicionamentos. Ambos ao citarem um parlamentar como eu já começam agredindo, nos chamando de HOMOFÓBICOS, RACISTAS, NAZISTAS, OBSCURANTISTAS e REACIONÁRIOS. Ambos sabem que nossos embates são duros a respeito das ideologias deles e das minhas. Sempre os enfrento, e sempre com equilíbrio em nível intelectual. Mas de repente o desespero deles me coloca na lista dos mais cotados para a Comissão. Foram eles que divulgaram meu nome. Meu partido já tinha um acordo com outro deputado que assumiria a próxima Comissão. O ódio deles por pessoas religiosas vai ao extremo. Deve ter algum mistério nessa Comissão que eles não querem que alguém da DIREITA descubra e isso aguçou minha curiosidade, e neste momento eu ficaria muito feliz em ocupar esta presidência.
Outrossim, fazendo o que estão fazendo eles simplesmente demonstram ser verdade o que venho falando há dois anos na tribuna daquela casa, estamos vivendo uma DITADURA GAY.
VG: É possível esclarecer o motivo das acusações que estão sendo feitas contra o senhor, como chama-lo de racista e homofóbico?
Pr. Marcos Feliciano: No início de 2011 eu usava a minha conta no twitter para dar ensinamento teológico. A correria do dia a dia mal me deixava saber dos assuntos que pautavam a mídia naquele momento. O deputado Jair Bolsonaro estava no foco de uma polêmica sobre a cantora Preta Gil e foi acusado de racismo. Alguém me fez uma pergunta sobre o porquê do continente africano ser tão sofrido, descobri depois que foi um cidadão muito astuto da comunidade GLBTT. Quando usei a bíblia para responder, falando sobre o caso do patriarca Noé ter lançado uma maldição sobre um dos seus três filhos e deste filho vieram os que povoaram o que chamamos hoje de continente africano, falei sobre a escravidão, sobre as doenças que tiveram origem lá, como o ebola e a Aids; falei sobre a fome, as guerras e outras coisas, e ensinei que toda maldição pode ser quebrada na cruz de Cristo. Os ativistas então me ancoraram instantaneamente na polêmica de Bolsonaro e como são experts em internet e principalmente em redes sociais, horas depois eu estava nos TT e fui rotulado de racista.
Na verdade uma perseguição religiosa foi instaurada naquele momento e até hoje respondo processos por isso. Se eu como pastor não posso mais ensinar a bíblia como aprendi, tenho o meu direito de liberdade religiosa tolhida. Se eu for condenado pela justiça por citar a bíblia e fazer um comentário, então se iniciará neste país uma perseguição religiosa como nunca antes e tudo antes da votação do PL 122.
Considerações finais do Pr. Marco Feliciano
Vivemos um momento delicado em nosso país. Uma minoria extremamente protegida põe uma mordaça na boca de uma maioria acovardada. Mês passado o deputado Gabriel Chalita foi indicado para assumir a Secretária de Ciências e Tecnologia, mas a comunidade científica o impediu, criou polêmica. Afinal, afirmaram eles, como pode um representante da Igreja Católica que é contra os estudos de células tronco assumir a pasta que cuida de tal assunto?
Este mês um pastor sofre calunias, difamações, agressões verbais e tem toda a mídia secular contra si, por ser defensor da família tradicional. Há algum tempo tivemos a doutora Marisa Lobo ameaçada de perder seu diploma, perseguida pela mesma turma. Atualmente, o pastor Silas Malafaia sofre a mesma ameaça.
Até quando as Igrejas Evangélicas e Católicas irão permanecer caladas, escondidas e em cima do muro? Por que não se marca uma reunião urgente entre os principais líderes cristãos do Brasil e definem o Brasil de amanhã? O doutor Martin Luther King, grande ativista dos Direitos Humanos, pastor pentecostal dizia: O QUE ME ASSUSTA NÃO É O GRITO DOS MAUS, MAS SIM O SILÊNCIO DOS BONS. Já fiz esse discurso na Câmara dos Deputados, já enviei cartas a inúmeros líderes, mas sem resposta. Temos povo, temos meios de comunicação, precisamos aprender a usá-los.
O tendencioso site do Avaaz, colocou uma petição para que eu não fosse aceito na CDH, alguém de bom grado fez no mesmo site um para contrapor. O site que me persegue tinha mais de 40 mil assinaturas contra, mas o a favor não passava de três mil assinaturas. Como? Criei, a exemplo do pastor Silas, uma petição em meu site com segurança e em menos de 24 horas mais de 30 mil assinaturas em apoio. (CLIQUE e assine o abaixo-assinado em favor do Pr. Marco Feliciano).
Tem algo escandaloso no ar, vou para cima do site também, já estou em contato com a Polícia Federal para uma investigação mais acirrada.
Acordemos Igreja Brasileira!
FONTE: verdadegospel
Compartilhe este artigo :
Comentários
0 Comentários

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião. Seu comentário será publicado após análise de nossos moderadores.

CURTA NOSSA FAN PAGE!

 

Copyright © 2009-2016. theoway :: O CAMINHO - Todos os direitos reservados.