Home » , » Aproximação da Globo com evangélicos é contra-ataque à Record, diz colunista da Folha. Leia na íntegra

Aproximação da Globo com evangélicos é contra-ataque à Record, diz colunista da Folha. Leia na íntegra

Publicado por Marcelo Borges | quinta-feira, 22 de novembro de 2012 | 23:57

A aproximação da TV Globo em relação aos líderes evangélicos tem chamado a atenção do meio midiático e tem sido tratada como uma reação da emissora da família Marinho em relação às iniciativas da TV Record, do bispo Edir Macedo, que constantemente faz ofertas a atores, autores, produtores e jornalistas da emissora global.

O publicitário e colunista do jornal Folha de S. Paulo, Tony Góes, publicou um artigo com análise dos fatos e informando que a “Globo quer aplacar ‘ira santa’ ao se aproximar dos evangélicos”.

Segundo Góes, a aproximação funcionaria como uma espécie de agrado aos setores evangélicos mais contundentes contra a emissora: “É justamente para aplacar a ira santa desses setores que a Globo transmitirá em dezembro mais uma edição do festival ‘Promessas’, de música gospel. Além disso, como informou Keila Jimenez, a cúpula da emissora tem se reunido com lideranças evangélicas, para estreitar os laços com uma comunidade que não para de crescer no Brasil”, contextualiza o colunista.

-Já há alguns anos tenta se aproximar dos evangélicos. Recheou o elenco de sua gravadora Som Livre com astros do “gospel” (o que também faz sentido comercial, já que estão entre os poucos que ainda costumam vender muito bem). Também maneirou ao retratar os fiéis das igrejas neopentecostais em suas obras de ficção. Vão longe os tempos da minissérie “Decadência”, de Dias Gomes, exibida em 1995, que mostrava o fundador de uma igreja claramente baseada na IURD como um tremendo charlatão – recapitula Góes.

Para ele, o resultado prático dessa aproximação ainda é uma incógnita: “O que isto quer dizer? Que vai diminuir o número de personagens homossexuais nas novelas? Que as periguetes vão trocar os shorts minúsculos por mangas compridas e saias até o chão? Ou é só diplomacia?”, pergunta o colunista Tony Góes.

Clique AQUI e leia na íntegra o artigo “Globo quer aplacar ‘ira santa’ ao se aproximar dos evangélicos”, de Tony Góes, para a Folha.

Fonte: G+
Compartilhe este artigo :
Comentários
0 Comentários

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião. Seu comentário será publicado após análise de nossos moderadores.

CURTA NOSSA FAN PAGE!

 

Copyright © 2009-2016. theoway :: O CAMINHO - Todos os direitos reservados.