728 x 90

  • Veja Também

    sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

    O que fazer quando a família sob o ataque do inimigo Estudo Bíblico sobre: "O que fazer quando a família sob o ataque do inimigo"

    Referência: 1 SAMUEL 30:1-20

    INTRODUÇÃO

    1. A vida familiar é um campo de guerra mais do que um parque de diversões. Há uma orquestração do mal contra a família. Torpedos mortíferos são lançados sobre a família. A família é o campo das batalhas mais rehidas que travamos.

    2. Muitos casais têm sido espoliados, roubados e saqueados: 1) Do primeiro amor; 2) Diálogo – comunicação; 3) Romantismo; 4) Harmonia.

    3. O inimigo sempre que ataca a família procura atingir cinco áreas vitais:
    a) Dinheiro – As maiores crises na família hoje são por causa de dinheiro. Há batalhas dentro do lar por causa de dinheiro. Gastamos hoje cinco vezes mais do que na década de 1950. O luxo de ontem é a necessidade do hoje. Compramos o que não precisamos, com o dinheiro que não temos, para impressionar as pessoas que não conhecemos.
    b) Filhos – Os filhos estavam nas mãos do inimigo. Um pai e um mãe não podem estar bem quando os filhos estão cativos nas mãos do inimigo.
    c) Saúde – Davi estava angustiado. Doenças emocionais, psicossomáticas: depressão.
    d) Casamento – As mulheres estavam cativas. Famílias arrebentadas.
    e) Amizade – Os homens de Davi se voltaram contra ele e queriam apedrejá-lo.

    4. Por que a família de Davi é atacada?
    a) Cônjuges que não vigiam o casamento – caminham na direção do perigo, vivem flertando o pecado, dedicam muito tempo às coisas e quase nenhum a relacionamentos. Exemplo: o homem que estava se separando depois de 14 anos de vida conjugal, porque ele trabalhava das 6 às 17 e ela das 18 às 23h.
    b) Pais que não vigiam os filhos – Eli, Davi, Águia.
    c) Pessoas que não vigiam sua comunhão com Deus – vão ficando secos, áridos, sem alegria.

    I.O ATAQUE DO INIMIGO À FAMÍLIA

    1. Foi um ataque feroz – v. 1
    · O diabo não brinca. Ele não tira férias, não descansa. Ele é maligno, assassino, ladrão, mentiroso, maligno.
    · O inimigo tem feito estragos na família: muitos casais vivem juntos, mas sem amor; outros vivem juntos por causa dos filhos; outros vivem se espetando; filhos que são rebeldes.
    · Um pastor: “Pastor, o diabo jogou lama na minha cara”.
    · A mulher de vitória: “Pastor eu levei toda a minha família para o cemitério”.

    2. O inimigo feriu a cidade – v. 1
    · Há pessoas feridas dentro da família, da igreja.
    · Há pessoas com mágoas: falta de perdão.
    · A enfermeira: “Eu carrego uma alma ferida”
    · Gente que não se perdoa. Que não supera os traumas do passado, os abusos.

    3. O inimigo atingiu a família – v. 3,4
    · Mulheres cativas
    · Jovens cativos (Ex 8:25; 8:28; 10:10,11; 10:24,26).
    · O lenço branco.

    4. O inimigo jogou uns contra os outros – 6
    · A transferência
    · A murmuração
    · A necessidade de jogar a culpa em alguém.

    5. O inimigo celebra suas vitórias contra nós – v. 16
    · Sansão: a) quebrou seus votos de Nazireado; b) enganado, impotente, injuriado.

    II. O QUE FAZER PARA RESTAURAR A FAMÍLIA

    1. Deve haver uma reação de inconformação com o caos – v. 4
    · Há pessoas que não reagem – Eli
    · Gente que não crê em mudança – Gabriela: “Eu nasci assim, eu cresci assim, vou morrer assim”.

    2. Deve haver um choro profundo – v. 4
    · Nós perdemos a capacidade de chorar.
    · Estamos perdendo de goleada e não choramos.
    · Jesus: Filhas de Jerusalém, chorai por vós mesmas e por vossos filhos.
    · Davi chorou em público – Quem chora está dizendo que algo está errado.
    · Neemias chorou – ao saber do opróbrio de Jerusalém.
    · Jesus chorou – sobre Jerusalém.
    · William Both – Experimente chorar!
    · Tim Cimbala

    3. Devemos nos reanimar em Deus – v. 6
    · Não porque a situação é fácil, porque o inimigo é fraco, porque somos fortes, mas em Deus.
    · Davi não ficou magoado com Deus. Ele não fugiu de Deus, Ele correu para Deus.
    · A história de Sara.

    · 4. ória de Sara.

    4. Devemos buscar a Deus em oração – v. 8
    · Deus o que eu vou fazer? Me conformar? Aceitar passivamente a decretação da derrota?
    · Você precisa restaurar o altar da oração que está em ruínas na sua vida, no seu lar.

    5. Devemos agir com base nas promessas de Deus – v. 9
    · Quem vive pela fé pisa no terreno dos milagres.
    · Deus não promete ausência de luta, mas vitória certa.
    · Davi saiu, lutou, venceu.
    · Ilustração: O jogo não acabou.

    6. Devemos tomar de volta tudo o que o inimigo levou – v. 17-20
    · Não deixe nada nas mãos do inimigo.
    · Êxodo 10:26 – Nem uma unha ficará no Egito.
    · Você não foi criado e salvo para ser um derrotado, um fracassado. Você foi chamado por Deus para ser um vencedor. Você é filho, herdeiro, a menina dos olhos de Deus. Você é filho do Rei.
    · Não abra mão do seu casamento.
    · Não abra mão dos seus filhos. Você não gerou filhos para o cativeiro. Seus filhos são filhos da promessa.
    · Toma de volta o que Deus lhe deu!

    Rev. Hernandes Dias Lopes
    Fonte: Gospel prime




    • Blogger Comentários
    • Facebook Comentários

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Expresse aqui a sua opinião. Seu comentário será publicado após análise de nossos moderadores.

    Item Reviewed: O que fazer quando a família sob o ataque do inimigo Estudo Bíblico sobre: "O que fazer quando a família sob o ataque do inimigo" Rating: 5 Reviewed By: theoway O CAMINHO
    Voltar para o Topo