Home » » Na Venezuela, chavistas mudam Pai Nosso para Chávez nosso

Na Venezuela, chavistas mudam Pai Nosso para Chávez nosso

Publicado por theoway O CAMINHO | quinta-feira, 4 de setembro de 2014 | 14:32

      Hugo Chávez – falecido em 2013 – é considerado um deus pela população da Venezuela, tanto que durante a “I Oficina de Projeto de Sistema de Formação de Partido Socialista” foi lançada a “Oração do delegado”, uma versão chavista da oração bíblica “Pai Nosso”.
    Os chavistas, como são chamados os seguidores do ex-presidente, trocaram trechos da oração que Jesus ensinou por frases que exaltam o líder político começando pela frase inicial “Pai nosso que estás no céu”, por “Chávez nosso”.
      A oração completa ficou assim: “Chávez nosso que estás no céu, na terra, no mar e em nós, os delegados. Santificado seja teu nome. Venha a nós teu legado para levá-lo aos povos daqui e de lá. Dai-nos hoje tua luz para que nos guie a cada dia e não nos deixes cair na tentação do capitalismo, mas livrai-nos da maldade da oligarquia, do crime do contrabando. Porque nossa é a pátria, pelos séculos e séculos. Amém. Viva Chávez”
        A oração foi lida pela delegada do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), María Estrella Uribe, na segunda-feira (1º) penúltimo dia da oficina que começou na quinta-feira passada. Durante todos os dias, poetas, cantores e outros artistas dedicaram suas peças ao presidente falecido comemorando a chamada revolução bolivariana proposta.
     O atual presidente, Nicolás Maduro, sucessor de Chávez, também participou do evento, assim como o gabinete ministerial e governadores chavistas. Em seu discurso, Maduro afirmou que a atual situação do país “exige cada vez mais formações de valores” e que esses valores são encontrados em Chávez.

 Com informações Exame.
Compartilhe este artigo :
Comentários
0 Comentários

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião. Seu comentário será publicado após análise de nossos moderadores.

CURTA NOSSA FAN PAGE!

 

Copyright © 2009-2016. theoway :: O CAMINHO - Todos os direitos reservados.