Home » , » Casal cristão forçado a fechar empresa após se recusar a prestar serviço a casal gay

Casal cristão forçado a fechar empresa após se recusar a prestar serviço a casal gay

Publicado por theoway O CAMINHO | quinta-feira, 5 de setembro de 2013 | 11:12

Um casal de empreendedores cristãos, que haviam aberto uma confeitaria há pouco tempo e comemoravam uma taxa de crescimento acima de 50% em 2013 foi obrigado a fechar sua loja após se recusar a fazer um bolo de casamento para um casal de lésbicas.

A decisão de Aaron e Melissa Klein foi tomada a partir de seus princípios religiosos, e por isso, o caso se tornou manchete nos Estados Unidos.

A imprensa tem especulado se os empresários teriam violado a Lei Estadual de Igualdade, implementada em Oregon no ano de 2007. A legislação não permite que empresas neguem serviços a consumidores com base em sua orientação sexual. Há uma isenção para as organizações religiosas e escolas, mas empresas privadas não podem discriminar com base em orientação sexual, raça, sexo, idade, deficiência ou religião.

No entanto, o proprietário da loja rebate: “Discriminação é realmente a terminologia errada para o que aconteceu. Eu não quero ser uma parte de um casamento que eu acho que é errado”, argumentou Aaron Klein.

Uma das noivas prestou queixa junto a autoridade responsável por fiscalizar o cumprimento da Lei da Igualdade, e agora aguarda a resolução do caso. “Estamos empenhados em uma investigação justa e completa para determinar se há evidência substancial de discriminação ilegal”, disse o comissário Brad Avakian.

Enquanto isso, o casal proprietário da loja afirmou que a polêmica tem afetado os negócios, e o método de protesto dos que não concordam com a postura deles tem sido considerada “mafiosa”, segundo Aaron: “Há um monte de gente de mente fechada por aí que gostaria de fingir ser muito tolerante e só querem direitos iguais. Mas, por outro lado, eles têm sido muito, muito mesquinhos. Eles têm sido militantes. A melhor maneira que posso descrevê-los é que eles usaram táticas mafiosas contra nossa loja. Basicamente, se você presta serviço ou compra de nossa confeitaria, eles vão te boicotar”, declarou.

Segundo o Urban Christian News, o carro de entregas e as instalações da confeitaria foram invadidos e saqueados no último domingo, 01 de setembro, e a polícia local informou não ter pistas sobre os vândalos.

No Facebook, amigos do casal manifestaram solidariedade: “Eu sinto muito em ouvir isso. É muito frustrante que as pessoas façam tudo o que podem fazer contra só porque não concordam com um estilo de vida. Vou manter todos vocês em minhas orações. Não deixe que eles te abalem. Você vai sobreviver a esta e todas as outras provas através de sua fé. Deus te abençoe, Melissa”, escreveu uma mulher. Gospel+
Compartilhe este artigo :
Comentários
0 Comentários

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião. Seu comentário será publicado após análise de nossos moderadores.

CURTA NOSSA FAN PAGE!

 

Copyright © 2009-2016. theoway :: O CAMINHO - Todos os direitos reservados.